Estratégia de Trafego pago: o que não pode faltar

Estratégia de Trafego pago

O marketing de conteúdo reúne estratégias que marcam a presença online de uma marca de maneira a sair em frente às demais empresas no quesito competitividade e inovação, entregando as campanhas que mais tenham a ver com seu público-alvo, engajando-o.

Para tanto, o investimento em mídia paga é uma das maneiras mais eficazes de se alcançar essa meta, pois, não somente diferencia o lugar da marca no mundo virtual, mas a coloca em evidência.

A mídia paga compreende uma série de ações de exposição de uma marca que são feitas e executadas em troca de pagamento.

Esse investimento aumenta a visibilidade dessa empresa e acelera as boas relações que são estabelecidas entre o cliente e a aquisição de produtos, serviços e conteúdos procurados por eles, em favor de seu consumo.

São muitas as propagandas na rede, a mídia paga tem a capacidade de destacar a oferta de determinada marca em detrimento das outras, de modo que ela realmente chegue a seu cliente.

O que acontece nesses casos é que não necessariamente o usuário está buscando por algo relacionamento a determinada empresa, todavia, ela aparecerá no feed e essa exposição direcionará a atenção do cliente para ela.

Cada vez mais acessível, esse tipo de mídia se deslocou exclusivamente dos meios de comunicação de massa conhecidos para a internet, juntamente a todas as relações sociais entre as pessoas, de modo que não só as grandes empresas podem aderi-lo, mas os pequenos e médios negócios também.

Por exemplo, esse tipo de publicidade é disponibilizado e praticado pelo Facebook Ads e pelo Google Adwords: sem valor mínimo, eles são pagos pelo número de visualizações ou pela taxa de cliques na propaganda.

Fique por dentro do mundo do marketing digital, baixe já o nosso e-book!

Entre os tipos de mídias pagas, as mais importantes são:

1 – Links patrocinados:
São aqueles anúncios que aparecem no alto da página quando realizada uma pesquisa na internet.

Como eles estão em primeiro plano, a chance do clique e redirecionamento para o site de determinada marca é maior, colocando a empresa em posição de destaque em detrimento do tempo que o mesmo efeito chegaria de maneira orgânica.

2 – Remarketing:
Todas as vezes que algo acessado ou pesquisado reaparece em outra página acessada, o remarketing acontece.

O Serviço de Google AdWords custa a partir de R$400,00 mensais com investimento e monitoramento da campanha. Confira agora!

Essa é uma estratégia para inserir determinado produto na mente do usuário, induzindo-o à compra.

3 – Anúncios nas redes sociais:
Como quase todo usuário de internet possui alguma conta em alguma rede social, a publicidade não poderia ficar fora delas.

As interações criadas entre os potenciais clientes e os anúncios que aparecem em seu feed muitas vezes resultam em uma compra efetuada.

Entre as vantagens pela opção pela mídia paga, destacam-se:

Aumento da visibilidade da marca:

Com a mídia paga, a divulgação da marca é maior e de maior alcance e, consequentemente, é aumentado o número de visitas ao anúncio e a as conversões realizadas.

As propagandas podem ser segmentadas para que os clientes em potencial sejam detidamente afetados, gerando os leads mais qualificados para a marca, especialmente para que esses dados sejam conhecidos e influenciem nos rumos a serem tomadas nas próximas campanhas, por exemplo:

Determinado anúncio é elaborado e disseminado entre jovens adolescentes e jovens adultos, constatou-se que o produto foi mais bem aceito entre os adultos, logo, uma nova campanha repetirá esse método e incrementará a proposta feita para os adolescentes.

Investimentos mais flexíveis:

Embora isso não faça parte do senso comum, a mídia paga é acessível justamente por ter valores variados e maleáveis, especialmente na internet.

Por exemplo, uma empresa pequena que tem um site com seus produtos e uma fanpage no Facebook, ela pode usar essa rede social, pois, nela não há valor mínimo de investimento, podendo ir aos poucos dosando a necessidade de sua marca.

Não se trata de uma despesa fixa e campanhas podem ser criadas conforme a disponibilidade financeira da marca.

Formatos diversificados:

Na internet, a empresa pode focar nas redes sociais, na geração de conteúdo ou em sites de pesquisa, por exemplo.

O mais relevante aqui não é o meio, mas o método, pois, o importante é combinar a propaganda com informações fundamentais de sua oferta, aguçando o interesse das pessoas que se tornarão seus consumidores, com o passar do tempo, a marca vai restringindo as suas estratégias com a mídia paga, direcionando ações e recursos para um público direcionado em que valha a pena investir.

Aumento de tráfego:

Com mais atenção direcionada aos anúncios de determinada empresa, mais serão os números de cliques efetuados sob eles e, consequentemente, a mídia paga, gera mais vendas, que é o objetivo central de qualquer estratégia de marketing, com isso também, o aumento do tráfego é alcançado, assim como, o estabelecimento da marca nas primeiras páginas de pesquisa da internet.

Resultados mais eficientes:

Entre outras vantagens da mídia paga, ela disponibiliza dados para a mensuração dos resultados alcançados, de modo que prontamente a empresa poderá lidar com possíveis mudanças nessa campanha, caso o desejado não esteja sendo alcançado.

Isso ocorre prontamente pouco tempo depois de iniciada a mídia paga.