O que é, como e por que criar um marketplace?

marketplace

Criar um e-commerce de sucesso é um grande desafio. Além de bons produtos e qualidade, o trabalho para crescer dentro de um mercado tão concorrido é árduo.

E todos sabemos que o sucesso dentro desse mercado, depende de preços, concorrência, credibilidade de mercado, etc. E com a chegada de marketplaces ao mercado podem ajudar os empreendedores a crescerem suas lojas virtuais bem mais rápido.

O marketplace é um modelo de negócio novo no Brasil, mas que vem se difundido em nosso país muito rápido. A entrada desse tipo de serviço no mercado brasileiro se deu com as grandes lojas de departamento no Brasil.

Grandes empresas como Lojas Americanas, Walmart, Extra e até o próprio Mercado Livre, abriram espaço para outros varejistas no mercado.

Se pararmos para perceber, a loja virtual da Lojas Americanas, por exemplo, vende inúmeros produtos com diversos preços diferentes e de diferentes parceiros, isso é marketplace.

Basicamente, os parceiros de um marketplace perdem parte do valor da venda em comissão, mas também geralmente não precisam se preocupar com a logística de um e-commerce na internet.

E por que as grandes empresas apostaram nesse modelo?

É simples! Com o país afundado na crise econômica, as grandes empresas viram na formação de marketplaces, uma maneira de ampliar seu capital e trazer mais valor ao mercado, realizando parcerias comerciais para o crescimento de todos dentro do mercado consumidor brasileiro.

Essa é uma boa alternativa para novos lojistas que não possuem grande capacidade de investimento, conseguir dar visibilidade a seus produtos, chegando a um público maior do que se estivesse montando a sua infraestrutura sozinho.

O que é um marketplace?

O marketplace é um modelo de negócio que pode comparar com uma espécie de shopping center virtual. Em um único e-commerce se monta uma infraestrutura que torna possível o anúncio de uma grande gama de produtos.

Esse modelo reúne dentro de uma loja virtual, diversas marcas que ofertam os mesmos produtos ou produtos do mesmo segmento e isso é excelente para o consumidor.

O usuário possui mais ofertas sob produtos iguais ou parecidos e pode encontrar uma empresa confiável e comprar um produto com melhor custo-benefício.

No marketplace, geralmente uma grande empresa do mercado, como já falamos acima, que já possui uma estabilidade de mercado e na grande maioria das vezes é amplamente conhecida, atrai “parceiros comerciais” para que possa ampliar a oferta de produtos dentro da sua própria plataforma.

Confira abaixo quais são as principais vantagens de ter um marketplace:

Crescimento acelerado no mercado

Quem busca aderir a um marketplace, pode potencializar as vendas da sua marca, por mais nova que ela seja.

Como a empresa dona do marketplace fica responsável pela infraestrutura do e-commerce e também muitas vezes pelo envio e produção dos produtos, você pode reduzir consideravelmente os custos de entrada no mercado.

Novas lojas virtuais no mercado, geralmente possuem inúmeras dificuldades para realizar as primeiras vendas.

Ao entrar num marketplace, sua loja se iguala as demais e pode facilitar a obtenção de vendas através de bons preços, bom custo-benefício, e claro, qualidade dos produtos.

Teste 30 dias de Loja Virtual.

Amplia o alcance dos seus produtos

Os principais marketplaces do Brasil abordam diversos segmentos do mercado e são responsáveis por um altíssimo volume de tráfego mensal.

E ligar a sua marca, a um destes marketplaces deve ampliar bruscamente o alcance dos seus produtos.

E se a sua empresa não possui uma marca forte no mercado, até que você consiga crescer ao ponto de se estabilizar no mercado e ter um bom alcance, custará bastante tempo.

Por isso, aproveitar o marketplace para ampliar o alcance da sua marca, pode ser um fator para o crescimento no mercado.

As possibilidades de vendas da sua marca dentro de um marketplace são altíssimas e podem lhe trazer a estabilidade no mercado, sem a necessidade de altos custos, mesmo que você esteja preso a marca detentora do marketplace, para marcas que almejam o lucro, essa é uma excelente saída.

Facilidade de implementação

Como já dissemos, uma das principais vantagens do marketplace é que a empresa detentora do negócio acaba tomando parte de muitos processos de vendas.

Dependendo do segmento de mercado, a sua marca só precisa cadastrar os produtos, o que se resume a produzir boas fotos e preparar uma boa descrição e taxar um preço competitivo dentro do marketplace.

A maioria das marcas conseguem cuidar de toda parte logística do marketplace, cuidando desde o envio do produto, até muitas vezes produzindo as próprias peças.

A Collab 55, por exemplo, trabalha com diversos artistas que publicam suas artes e a própria marca vende camisas, adesivos, cadernos, entre outros produtos com elas estampadas.

Bom, assim como todo modelo de negócio, o marketplace também possui desvantagens, confira abaixo:

Dependência de uma grande marca

 

Mesmo que a sua marca seja parceira de um marketplace, ela está em segundo plano. O e-commerce geralmente destaca a empresa detentora da plataforma, as demais marcas parceiras tem uma divulgação secundária.

E isso pode tornar a sua marca totalmente dependente deste e-commerce. Muitos empreendedores entram em marketplaces e não abrem seus próprios canais de venda.

Em resumo, a empresa não tenta à parte, criar seus próprios canais de comunicação utilizando as redes sociais, por exemplo.

Sua marca, mesmo que dentro de um marketplace, precisa se desvincular ao máximo desse modelo de negócio.

É preciso ter uma estratégia de marketing que use o marketplace como um potencializador de vendas enquanto sua empresa busca construir a imagem da marca no mercado e possa se estabelecer sozinha.

Fonte:isbrasil