Qual a definição de EAT e como esse conceito pode melhorar o ranqueamento do seu site

O SEO se modificou bastante nos últimos anos e como o Google não revela seus segredos, é preciso que descubramos sozinhos como alcançar o topo. Há pouco tempo, surgiu um novo conceito que passou a fazer para das avaliações de qualidade do Google, o chamado EAT (sigla em inglês para expertise, autoridade e confiabilidade).

Apesar de ainda haverem desconfianças sobre esse conceito, o EAT já pode ser considerado uma boa prática de SEO para 2019. Essa estratégia tem trazido resultados positivos para o ranqueamento de muitos sites.

O EAT é bastante utilizado pelo Google, principalmente no ranqueamento dos sites de classificação YMYL (Seu dinheiro ou sua vida, tradução da sigla para o português).

Geralmente, os sites dessa categoria são de área de saúde, da área financeira, etc.

E como precaução, o Google utiliza o EAT para qualificar as informações distribuídas por esses sites.

Afinal, já pensou se uma dica de dieta ajudar a desenvolver alguma doença? Ou algum investimento lhe levar a falência e não ao primeiro milhão?

Por isso, o Google é bem mais criterioso com essa categoria de sites, porque eles trazem informações que afetam diretamente a vida das pessoas.

Porém, o uso do EAT se estende para todo e qualquer site, tendo como premissa avaliar a qualidade da informação contida nos conteúdos, e assim fazer um ranqueamento mais preciso e oferecer os melhores conteúdos para os usuários nas buscas.

Qual a definição de  EAT e como esse conceito pode melhorar o ranqueamento do seu site

qual definição de  EAT?

O EAT é um conceito que faz parte do algoritmo do Google. A própria empresa, em comunicado oficial, afirmo isto no mês passado.

Apesar de não falar claramente quais são os fatores e as suas importâncias para o ranqueamento, o Google sempre dá dicas.

Há um documento do Google, chamado de Quality Raters Guidelines (QRG), que em português, significa diretrizes de avaliação de qualidade.

Nesse documento estão várias dicas sobre técnicas e conceitos de SEO para otimizar o ranqueamento, entre eles está o EAT.

O Google tem buscado utilizar o EAT para dar mais qualidade e relevância ao conteúdo. Por isso, sites YMYL como falamos acima são muito importantes nessa lógica.

As informações devem ser comprovadas, as fontes devem vir de boas referências.

Podemos medir o EAT de um site?

Bom, para começar é preciso saber que existem dois tipos de EAT, o EAT de um site e o EAT do autor do conteúdo. Nesse sentido, seu site pode até ter um bom EAT, mas será prejudicado caso o autor do conteúdo não seja tão qualificado.

Um artigo de saúde escrito por um médico tem um peso maior do que um artigo de saúde escrito por um jornalista, por exemplo.

Neste caso, uma maneira de aumentar a medição do EAT é entrevistar ou pegar ao menos algumas declarações de um médico. Isso aumentará a relevância do conteúdo, conseguiu entender?

Não há como medir o EAT por números e ter 100% de comprovação sobre o aumento do EAT do seu site, por exemplo, mas é possível ficar ligado em certas dicas que podem potencializar o EAT do seu site e também dos autores, caso seja o caso.

Uma das coisas medidas pelo Google para definir o EAT de um site é o EAT de seus autores. Isso mesmo!

O Google passou a avaliar o EAT dos autores ainda no início de 2017 e como muitos sites utilizam ghostwriters (escritores fantasmas) ou redatores que não tinham especialização na área e assinavam os conteúdos, uma penca de página perdeu bastante relevância no Google e desceu ladeira abaixo no ranqueamento.

Como o Google mede o EAT do autor? Todas as menções sobre o autor são avaliadas, como backlinks de fontes confiáveis que apontem para o conteúdo produzido por um autor ou mesmo menções de redes sociais que o citem como especialista na área.

Hoje para o Google, ninguém substitui o especialista, então é assim que se mede o EAT de um autor.

Além disso, o Google avalia a reputação da empresa na internet para considerar o EAT de todo o site e checa a veracidade de informações e dados disponíveis nos conteúdos.

Como alavancar o EAT do meu site?

Construir uma autoridade é o jeito mais fácil de turbinar o EAT do seu site no Google. E isso leva tempo, mas algumas dicas simples podem ajudá-lo a ganhar autoridade mais rapidamente, confira abaixo:

Tenha boas avaliações: É importante frisar que não adianta apenas utilizar táticas de SEO, você precisa ser adorado pelo público. O Google adora site que são adorados pelos internautas. E garantir boas avaliações é uma maneira de mostrar o quanto o seu site é adorado na internet.
Boas avaliações em redes sociais, nos reviews de lojas virtuais, menções positivas em fóruns, entre outros meios, são valiosíssimas para aumentar o EAT do seu site.

Seja mencionado por sites confiáveis: Uma boa estratégia de link building pode potencializar o ranqueamento do seu site e nós já sabíamos disso. O mais importante ao montar uma estratégia é considerar parcerias apenas com sites confiáveis. Essa é uma maneira de mostrar ao Google que o seu site também é confiável.

Ser citado ou terem links apontados para o seu site vindos de grande página, além de trazer mais tráfego, trazem mais relevância e aumentam o EAT do seu site.

Como vimos no texto, o EAT é um conceito importantíssimo para o ranqueamento no Google e seguir as dicas que demos acima pode lhe ajudar a ter um site mais relevante e conseguir alcançar o topo das buscas, mesmo sem ter milhões de visualizações.